Pesto de rúcula, sementes de abóbora e tâmaras

Pesto de rúcula, sementes de abóbora e tâmaras

Neste momento devem estar a perguntar porque raio usei tâmaras num pesto! Calma, eu explico. A minha rúcula não cresce em estufa, cresce naturalmente ao ar livre num pedaço de terra. Cresce mesmo muito e não me refiro só em quantidade mas também em tamanho.

O que faz com que não tenha nada a ver com aquela que encontramos no supermercado. Muito mais picante, quase que lembra mostarda, é magnífico! Porém, usar as folhas grandes em saladas não é assim muito prático.

As tâmaras têm aqui um papel com pouco destaque, mas a sua doçura ajuda a equilibrar o picante da rúcula. E de facto resulta! Puxem um pouco mais pelo sumo de limão e ficam com um pesto entre o picante da rúcula, o doce das tâmaras e o ácido do limão!

Pesto de rúcula e sementes de abóbora

Pesto de rúcula, sementes de abóbora e tâmaras

  • 2 mãos bem cheias de rúcula
  • 1/2 chávena de sementes de abóbora, tostadas
  • 1 limão, raspa
  • 1/2 dente de alho
  • 1 chávena de parmesão, ralado
  • 1 chávena de azeite
  • 3 tâmaras, sem caroço
  • Sal integral, a gosto
  • Sumo de limão, a gosto

Procedimento

1. Num processador de alimentos junte rúcula, sementes de abóbora, raspa de limão, alho, parmesão, azeite e tâmaras. 2. Pique muito bem. 3. Tempere a gosto com sal e sumo de limão.

14 opiniões sobre “Pesto de rúcula, sementes de abóbora e tâmaras

  1. Que boa ideia, a minha nasce onde quer, quando quer, como quer, até tenho um pé dela que já é uma espécie de arbusto, não morreu no inverno embora tivesse ficado toda ressequida e agora rebentou toda… mas sim, tem um sabor que só mesmo para quem goste! Vou experimentar assim.

    Gostar

  2. Logo vou fazer pesto, mas de nabiças ou espinafres, ainda não me decidi 🙂
    adoro pesto de rucula, mas a que cresce nos meus morangueiros é muito semelhante à do supermercado. Achas que vai resultar tão bem com as tâmaras? Vou experimentar na mesma 🙂

    Gostar

  3. Achei especial mesmo a ideia das tâmaras.
    Esta rúcula forte assim já não vejo há tempos, o que me deixa triste, pois folhas cultivadas em estufa são sem sabor e sem crocância.
    Um abraço e a fotos são belas.

    Gostar

Os comentários estão fechados.

Create your website at WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: