Focaccia de laranja

Nunca tive muita dificuldade em escoar o stock de citrinos cá de casa, uso-os regularmente, seja para cozinhar ou em sumos. Mas ultimamente tenho pensado em novos rumos para esta abundância sazonal. Já sabem que não tenho o hábito de fazer bolos, o que facilitava parte do problema, é verdade. Mas felizmente nem todo oContinue a ler “Focaccia de laranja”

Ceviche de bacalhau com sultanas e tomate seco

Dos poucos ingredientes que me lembro de torcer o nariz desde bem cedo, o bacalhau está definitivamente no topo da lista. Regra geral, todas as receitas com bacalhau suprimiam qualquer alegria de estar sentado à mesa. E se algumas receitas ou ingredientes exigem maturidade para que os apreciemos plenamente, estou convencido de que o bacalhauContinue a ler “Ceviche de bacalhau com sultanas e tomate seco”

Spaghetti integral com cebola e anchova

Vou confessar-vos uma coisa: tenho um fraquinho por anchovas! É verdade, os meus olhos brilham quando me cruzo com uma receita onde apareça anchova! Sei que é odiada por muitos, mas felizmente amada por outros tantos. Como parte integrante desse grupo que aprecia o seu sabor salgado, não ligo aos “olhares de lado” quando peçoContinue a ler “Spaghetti integral com cebola e anchova”

Tandoori de batata doce

Nunca entendi porque se juntava a uma batata, comummente cozida no microondas, feijão em molho de tomate e lhe chamavam jacket potato. Lembro-me deste encontro nos tempos em que estudei em Birmingham, mais parecia o prato do dia, quase todos os dias! Gravado na memória está aquela textura massuda e, na minha opinião, pouco aprazível!Continue a ler “Tandoori de batata doce”

4 dias em Copenhaga

Sinto-me sempre um pouco perdido quando chego de uma viagem. Primeiro é a rotina alimentar que tem de voltar urgentemente à normalidade, por muito que custe (hoje acordei com o desejo de cinnamon buns, vejam só!), depois a bagagem que demora sempre algum tempo a desaparecer do chão do quarto, as fotos que preciso organizar,Continue a ler “4 dias em Copenhaga”

The tastiest way to explore Portugal

O ponto de encontro foi no Quiosque do Refresco no jardim do Príncipe Real. Localização conveniente, já que é das zonas mais trendy da cidade, e é ainda propícia ao início da conversa sobre a crescente preocupação em preservar o património português. Daqui descemos até à Praça das Flores, umas ruas abaixo. O destino? Peixaria Centenária.

Carbonara de abóbora manteiga

Assim que encontro as primeiras abóboras manteiga no mercado, começo imediatamente a divagar e a pensar no que vou fazer com elas. São de longe as minhas preferidas, e super versáteis! Por isso este domingo foi altura de ligar o forno e perfumar a casa com o seu aroma adocicado e desfrutar de uma boaContinue a ler “Carbonara de abóbora manteiga”

Create your website with WordPress.com
Iniciar