Rigatoni com bochecha de porco assada

Quando falamos em Alentejo pensamos imediatamente em planícies quase intermináveis que se cruzam algures no horizonte com o azul carregado do céu. Pensamos em calor, talvez nos lembremos do aroma adocicado do poejo que corre numa brisa suave. Pensamos inevitavelmente em boa comida, pão, carnes, sopas, enchidos, azeite. E o vinho? Vinho, claro!

Bife de atum grelhado com salsa de ananás

“O Inverno este ano está a ser longo”, ouviu-se repetidamente. De facto, Janeiro e Fevereiro foram meses bons no Pico, mas em Maio a chuva e o frio decidiram atacar com força. A água, fria, mais fria do que é habitual para esta altura, acabou por atrasar o inicio da época do atum e aContinue a ler “Bife de atum grelhado com salsa de ananás”

Um Picnic em Sintra :: Spoonful Mag

Celebrar a Primavera ao ar livre era o desafio, por isso preparei algumas das minhas receitas preferidas, reuni um grupo de amigos e fizemos um picnic em Sintra numa tarde de Junho do ano passado. Estava frio mas a companhia e a comida fizeram-nos sentir suficientemente aconchegados e entretidos. Este picnic foi publicado na SpoonfulContinue a ler “Um Picnic em Sintra :: Spoonful Mag”

Photography and Styling Workshop :: São Lourenço do Barrocal

Ainda um pouco deslumbrado com a atmosfera altamente criativa que passou a semana passada por São Lourenço do Barrocal. Foram 4 dias inteiramente dedicados à fotografia de comida e lifestyle e ao styling. Mas também à boa comida e ao convívio entre pessoas talentosas que não se conheciam mas que encontraram ali temas e interessesContinue a ler “Photography and Styling Workshop :: São Lourenço do Barrocal”

Lagosta Grelhada com limão e manteiga de coentro

Ali na Prainha do Galeão em São Caetano, vez por outra ouve-se o guincho que ora devolve os barcos ao mar, ora os retira numa delicada e hipnotizante operação que todos param para ver. Inclusive os miúdos que ali passam os dias entre brincadeiras e saltos para a água. É uma baía calma e bonita,Continue a ler “Lagosta Grelhada com limão e manteiga de coentro”

Fajã da Caldeira de Santo Cristo, São Jorge

Um ano depois, não consigo esquecer a sensação de pisar um lugar praticamente virgem, quase como se fosse a primeira presença humana. E isso é só o inicio da recompensa depois de 2h30 a caminhar para chegar ali. Incrível pensar que num local tão isolado outrora habitavam 300 pessoas o ano inteiro. Hoje são apenasContinue a ler “Fajã da Caldeira de Santo Cristo, São Jorge”

Viagens Pelas Receitas de Portugal

Às vezes penso onde nos leva esta coisa das modas gastronómicas. Sou um curioso nato por todas as vertentes da alimentação mas parece que, de um momento para o outro, somos todos saudáveis, ou pelo menos tentamos ser. Nada contra, atenção! Fascinam-me todas as formas de pensar a alimentação e sou adepto assumido de uma alimentaçãoContinue a ler “Viagens Pelas Receitas de Portugal”

4 dias em Copenhaga

Sinto-me sempre um pouco perdido quando chego de uma viagem. Primeiro é a rotina alimentar que tem de voltar urgentemente à normalidade, por muito que custe (hoje acordei com o desejo de cinnamon buns, vejam só!), depois a bagagem que demora sempre algum tempo a desaparecer do chão do quarto, as fotos que preciso organizar,Continue a ler “4 dias em Copenhaga”

The tastiest way to explore Portugal

O ponto de encontro foi no Quiosque do Refresco no jardim do Príncipe Real. Localização conveniente, já que é das zonas mais trendy da cidade, e é ainda propícia ao início da conversa sobre a crescente preocupação em preservar o património português. Daqui descemos até à Praça das Flores, umas ruas abaixo. O destino? Peixaria Centenária.

Aqui vive-se com tempo

Não sei se acontece convosco mas quando visito algum local gosto de imaginar como seria viver ali e se me adaptaria àquela realidade. Claro que existe sempre uma série de requisitos aos quais tento mentalmente encontrar correspondência, ou então, simplesmente questionar a sua real importância. Sabemos que essa importância muda mediante a perspectiva que escolhemos,Continue a ler “Aqui vive-se com tempo”

Create your website at WordPress.com
Get started